home / Disfunção Erétil / Sobre a disfunção erétil /

O que é a Disfunção Erétil?

 

O que é a Disfunção Erétil?

 

 

A disfunção erétil é definida como a incapacidade persistente de atingir e manter uma ereção suficiente que permita uma relação sexual satisfatória. Por outras palavras, quando a rigidez da ereção não é suficiente para permitir a penetração ou quando essa rigidez não se mantém até ao final da relação sexual.1

Apesar de ser uma disfunção benigna, a disfunção erétil pode afetar a saúde física e psicossocial e ter um impacto significativo na qualidade de vida dos homens que sofrem desta condição e das suas parceiras.1

Estudos demonstram que a disfunção erétil pode ser uma manifestação precoce de doença vascular periférica ou de doença coronária, pelo que deve ser encarada não só como uma questão de qualidade de vida mas também como um aviso potencial de doença cardiovascular.1

Felizmente, hoje existem soluções eficazes para o tratamento da disfunção erétil.

Sabia que a Disfunção Erétil1...

É comum em todo o mundo
Partilha os fatores de risco da doença cardiovascular
• Pode melhorar com a mudança de estilo de vida (exercício regular e perda de índice de massa corporal)
 É um sintoma e não uma doença
 É comum após prostatectomia radical.

Quais são as Causas da Disfunção Erétil?

Um funcionamento erétil normal requer a coordenação de fatores psicológicos, hormonais, neurológicos, vasculares e anatómicos. Alterações em quaisquer destes fatores são suficientes para causar a Disfunção Erétil. Usualmente, estes fatores estão envolvidos de forma combinada2. A disfunção erétil pode ser então de causa vasculogénica, neurogénica, anatómica, hormonal, induzida por drogas/medicamentos e /ou psicogénica.1 

A disfunção erétil é normalmente classificada em três categorias baseado na sua etiologia, ou seja, orgânica, psicogénica e mista. No entanto esta classificação deverá ser usada com precaução pois a maioria dos casos de disfunção erétil são na realidade de etiologia mista. Tem sido por isso sugerido que se utilize o termo orgânica primária ou psicogénica primária.1

Alguns homens assumem a Disfunção Erétil como uma parte natural do processo de envelhecimento e toleram-na.

Para outros é devastadora, levando a um afastamento dos contactos sexuais, devido ao medo de falhar. Isto pode prejudicar as relações e ter um profundo efeito nocivo no bem-estar global do casal2.

Dado que a Disfunção Erétil acompanha diversas doenças crónicas, como a diabetes mellitus, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial e diversas doenças neurológicas, os doentes são normalmente observados por técnicos de diversas especialidades médicas3, realçando a necessidade da informação partilhada e multidisciplinariedade.

Sabia ainda que...

 10-20% (aprox.) dos casos de disfunção erétil devem-se a causas psicogénicas
 60-70% (aprox.) das causas orgânicas devem-se a insuficiência arterial dos vasos penianos
 20% (aprox.) das causas orgânicas devem-se a insuficiência do mecanismo veno-oclusivo
 5% (aprox.) das causas orgânicas devem-se a problemas endocrinológicos, nomeadamente baixa testosterona circulante

 
referências bibliográficas
1 EAU Guidelines 2015
2 Krane et al., 1989
3 Wagner & Saenz de Tejada, 1998